12 de outubro de 2011

Portugal perde na Dinamarca e vai ao "Play-Off"

Um balde de água fria para Portugal no Estádio Parker, em Copenhaga. Portugal entrava para este jogo com o objetivo de se apurar para o Euro 2012, e bastava um empate para o conseguir. Contudo tudo correu como não era previsto, porque a seleção foi derrotada por 2-1. Portugal tinha ainda esperança de se qualificar caso a Holanda desse uma ajuda e vencesse na Suécia, mas o plano saiu furado e os vice-campeões do Mundo perderam por 3-2.
Voltando a Copenhaga, a Dinamarca podia já estar a vencer aos 3 minutos, contudo o golo foi anulado por suposta falta sobre Rui Patrício. Um susto, numa altura em que se passava em levantar a cabeça e continuar a lutar para triunfar sobre os dinamarqueses. Mas ninguém pensou no que ainda estava para vir. 10 minutos depois do golo invalidado, está feito o 1-0 no marcador.
Krohn-Dehli remata de longe, a bola bate acidentalmente na cara de Rolando e sofre um desvio, enganando Rui Patrício. Naquela altura o cenário era desanimador para Portugal, porque para além da derrota, a má notícia de que a Suécia vencia a Holanda por 1-0.
Portugal continuava a jogar mal, tanto ofensiva como defensivamente. Em 45 minutos apontou apenas 3 remates. Contudo Portugal partia satisfeito para o intervalo, estava a perder por 1-0, mas tinha chegado a boa notícia de que a Holanda tinha empatado o jogo na Suécia, e tudo fazia prever que íamos ter uma boa segunda parte.
Paulo Bento motivou a equipa ao intervalo, porque a seleção das quinas entrou mais forte. No segundo tempo Miguel Veloso, Quaresma e Nuno Gomes saltaram do banco de suplentes e entraram na partida. A boa entrada de Portugal pouco tempo durou, aos 48 minutos, Rui Patrício apanha Bendtner isolado, contudo, consegue fazer com que o dinamarquês se atrapalhe com a bola e salva a Seleção Nacional de mais um golo. Aos 52 minutos chegava mais uma boa notícia para Portugal, a Holanda vencia por 1-2 a Suécia e ainda lutávamos pelo golo em Copenhaga, Martins e Nani ainda tentaram o golo, mas estava lá Sorensen.
Aos 63 minutos, ambiente festivo no Parker Stadium, a Dinamarca marca o segundo golo por Bendtner e tirou as esperanças à equipa de Paulo Bento que estava cada vez mais fragilizada.
Ao minuto 67, Ricardo Quaresma ainda teve tempo para usar a sua "trivela", Ronaldo recebe a bola, mas atira por cima.
A Dinamarca, jogando em contra-ataque ainda tentou fazer mais, tendo criado várias oportunidades de golo, mas sem sucesso. Estava tudo perdido, até que para além do minuto 90, Ronaldo de livre assina o golo de Portugal, um golaço de livre. Faltavam mais dois minutos de tempo extra e a seleção nacional via se ainda podia fazer mais estragos, mas o máximo que conseguiu, foi um cruzamento de Quaresma, mas ninguém recebeu a bola.
Portugal perdeu assim o jogo por 2-1 e da Suécia chegava a má notícia de que a equipa da casa tinha dado a volta ao marcador, com o resultado final de 3-2, frente à vice-campeã do Mundo, Holanda.
Portugal fica assim em 2º lugar do grupo H, e tem direito a ir a play-off. O sorteio do mesmo realiza-se Quinta Feira (amanhã), e terá pela frente a Turquia, Montenegro, Bósnia ou Estónia.
Já a Dinamarca está no Euro 2011, tendo assegurado o primeiro lugar com 19 pontos, mais 3 que Portugal.

Sem comentários:

Enviar um comentário